01/09/2014

Diana Palmer - Noelle

Posted by ana eliza on segunda-feira, setembro 01, 2014 in , | No comments

Foto: Traduzido. Depois de ficar órfã por causa de uma enchente devastadora, Noelle Brown pensou que seu benfeitor bonito e charmoso, Andrew Paige, poderia ser o homem dos seus sonhos, por isso não entendeu por que seu coração acelerava e sua respiração aumentava cada vez que via Jared Dunn, o irmão mais inflexível de Andrew.  Jared era um pistoleiro e tinha decidido voltar para sua casa no Texas, porque ele queria deixar para trás seu passado perigoso. A determinada moça de olhos verdes, que seu irmão tinha abrigado, não era a caça-fortunas que ele esperava encontrar, muito pelo contrário, aquela beleza inocente e pouco convencional, precisava aprender a agir em alta sociedade e, ficou surpreso com o quão bom ela se saiu nessa tarefa. Quando um escândalo pairou sobre todos eles, Noelle foi forçada a salvar a honra da família, mas qual dos dois irmãos era a pessoa que tinha assumido o seu coração? A rivalidade colocou irmão contra irmão, e uma coisa era clara: não ia ser um casamento de conveniência!  Diana Palmer é uma contadora de histórias intuitiva que capta a essência do que deveria ser uma história romântica.

Depois de ficar órfã por causa de uma enchente devastadora, Noelle Brown pensou que seu benfeitor bonito e charmoso, Andrew Paige, poderia ser o homem dos seus sonhos, por isso não entendeu por que seu coração acelerava e sua respiração aumentava cada vez que via Jared Dunn, o irmão mais inflexível de Andrew.
Jared era um pistoleiro e tinha decidido voltar para sua casa no Texas, porque ele queria deixar para trás seu passado perigoso. A determinada moça de olhos verdes, que seu irmão tinha abrigado, não era a caça-fortunas que ele esperava encontrar, muito pelo contrário, aquela beleza inocente e pouco convencional, precisava aprender a agir em alta sociedade e, ficou surpreso com o quão bom ela se saiu nessa tarefa. Quando um escândalo pairou sobre todos eles, Noelle foi forçada a salvar a honra da família, mas qual dos dois irmãos era a pessoa que tinha assumido o seu coração? A rivalidade colocou irmão contra irmão, e uma coisa era clara: não ia ser um casamento de conveniência!

0 comentários:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar né?!
Fale sobre o que você achou do livro, do blog, deixe suas opiniões.
Lembrando que ofensas não serão aceitas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...